Donald Trump anunciou ao início da noite de ontem que iria bombardear alvos militares da Síria, como resposta ao ataque de Assad com armas químicas contra civis. De acordo com as informações do regime de Damasco, não houve vítimas mortais, mas haverá pelo menos três civis feridos. Foram disparados cerca de 100 mísseis contra instalações utilizadas para produzir e armazenar armas químicas. Os Estados Unidos dizem que conseguiram acabar com armas essenciais para a Síria, mas Damasco diz que nada foi afetado. FRANÇA PREPARADA PARA NOVOS BOMBARDEAMENTOS A França diz que está preparada para realizar novos bombardeamentos, se a coligação internacional assim o decidir. Em comunicado, o Presidente francês diz que não se pode tolerar a banalização de ataques químicos. E disse que o alvo dos bombardeamentos foi o arsenal clandestino de armas químicas.