Aumentou em 73% o número de motoristas flagrados dirigindo sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH), em Três Lagoas. De acordo com a Polícia Militar, ao menos 865 pessoas foram abordadas em avenidas dirigindo irregularmente em todo o ano passado. Já em 2016, a fiscalização notificou 500 condutores. O dado é alarmante e gera alerta no trânsito, que cada vez mais, tem registrado imprudências e acidentes.

O balanço revela ainda que 92 motoristas foram encaminhados para a delegacia por embriaguez ao volante, entre janeiro e dezembro de 2017. Muitos deles se envolveram em acidentes e acabaram detidos após o teste de bafômetro.  Segundo a PM, mais de 4 mil notificações foram emitidas por diversas irregularidades.

Punições

O Código de Trânsito Brasileiro estabelece que o porte da CNH é obrigatório quando se está ao volante.

Quando alguém é flagrado sem CNH nesta situação o veículo é apreendido. Se a pessoa for dona do automóvel, ela tem que pagar uma multa. Caso esteja dirigindo um veículo emprestado, o proprietário do carro é punido com autuação e ainda tem a CNH suspensa.

Porém, a punição é diferente para quem esqueceu a CNH e para a pessoa que possui o documento por não estar habilitado. No primeiro caso, o Código de Trânsito prevê infração leve, multa de R$ 88,38 e três pontos na carteira.

No segundo, a infração é gravíssima e multa de R$ 293,47 multiplicada por três, ou seja, R$ 880,41.