O crime ocorreu na tarde de segunda-feira (9) e o suspeito é o ex-namorado da jovem, que está foragido.

Ainda de acordo com as informações da Polícia Civil, Maria Júlia Martins Quintino da Silva, de 17 anos, saiu da república onde morava e estava a caminho do campus da Universidade Estadual Paulista (Unesp) quando foi abordada pelo suspeito, que estava escondido atrás de uma parede.

A vítima e o suspeito do crime namoraram por três anos e terminaram o relacionamento há alguns meses, segundo a polícia.

Após o crime, o suspeito fugiu em um carro que foi encontrado abandonado em uma fazenda de Ilha Solteira.

Carro do suspeito foi encontrado pela polícia em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM) Carro do suspeito foi encontrado pela polícia em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM)

Carro do suspeito foi encontrado pela polícia em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM)

O primo do suspeito teria ajudado na fuga e foi levado à delegacia para prestar depoimento. A polícia investiga o caso e tenta localizar o autor do homicídio.

A Unesp decretou luto na terça-feira (10) e vai disponibilizar um ônibus pra levar os estudantes no velório e enterro da adolescente, que será em General Salgado (SP), cidade onde a família da vítima mora.

Universitária morreu ao ser esfaqueada pelo ex-namorado em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM) Universitária morreu ao ser esfaqueada pelo ex-namorado em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM)

Universitária morreu ao ser esfaqueada pelo ex-namorado em Ilha Solteira (SP) (Foto: Reprodução/TV TEM)

A UNESP DECRETOU LUTO POR DOIS DIA E NA DELEGACIA VARIAS PESSOAS COLARAM CARTAZES


Universitários(a) se mobilizaram pela noite de Segunda Feira 9 em Ilha Solteira na entrada ds Unesp e Delegacia com mensagens em cartazes manifestando repúdio ao feminicídio  e orações.