Agentes de saúde e endemias estiveram na Câmara de Ilha Solteira na noite desta segunda-feira (7), para cobrar o pagamento de um incentivo adicional que é repassado ao Município pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, e que deveria ser destinado aos funcionários. Só que a Prefeitura estaria investindo esse recurso na aquisição de veículos, equipamentos e uniformes.

Esse adicional é enviado anualmente no último trimestre de cada ano e deveria ser destinado aos agentes de saúde e de endemias. É uma parcela extra, para complementação do salário dos funcionários, como forma de incentivo, mas que não pode ser utilizado como 13º.
Os funcionários reclamam que esse dinheiro não vem sendo utilizado no complemento salarial das categorias, como determina a Lei. Mas sim na aquisição de veículos, equipamentos e uniformes. “Contamos com a ajuda de vocês para receber aquilo que é nosso direito. É um direito nosso. É um direito de todos os agentes comunitários de saúde, de controle de endemias. Desde 2006 estamos pleiteando isso. E estamos cansados de apenas dialogar. Por isso, procuramos essa Casa atrás de apoio. Só queremos aquilo que é nosso direito”, disse o agente de endemias Roni Hamilton Vieira, ao usar a tribuna da Câmara na noite desta segunda.
Os funcionários também solicitaram uma reunião com a secretária de Saúde, Eliana Covre, e o prefeito Otávio Gomes, para discutir a situação. A Câmara deverá mediar o encontro.