Dois dias após o assassinato da universitária Maria Julia Martins de 17 anos, o ex-namorado e principal suspeito pelo crime Jean Gomes de Meneses Santana de 27 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (11) pela polícia militar do município de Pereira Barreto-SP.

Informações policiais constam que após a morte, fotos e pedidos de denúncias sobre o suspeito se espalharam rapidamente entre os municípios paulistas. A polícia do Estado estava em diligências para capturar Jean que já era considerado foragido da justiça devido um mandado de prisão.

No início da manhã algumas pessoas  reconheceram  Jean Gomes enquanto ele caminhava pela cidade e rapidamente efetuaram denúncias a polícia. Ele foi preso e deve ser recambiado para cidade de Ilha Solteira onde ocorreu o fato.

O CRIME

A universitária Maria Júlia Quintino da Silva, de 17 anos, ingressante no curso de zootecnia, da UNESP de Ilha Solteira-SP, foi morta a facadas no início da tarde de segunda-feira (9) após sair de casa em direção a faculdade.

O suspeito que não aceitava o fim do relacionamento, golpeou a vítima com diversas facadas, atingindo, principalmente, a região das costas e pescoço. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.